PM imobiliza aluno em escola com gestão compartilhada no DF — Foto: Reprodução

Por g1 DF e TV Globo

PM usa spray de pimenta e imobiliza aluno para conter briga em escola do DF
PM usa spray de pimenta e imobiliza aluno para conter briga em escola do DF

Um policial militar usou spray de pimenta e imobilizou um aluno para conter uma briga entre estudantes, no Centro Educacional (CED) 1 da Estrutural, no Distrito Federal, no fim da tarde desta segunda-feira (30). A confusão foi gravada em vídeo (assista acima).

Nas imagens, é possível ver os adolescentes trocando agressões. Em seguida, um policial se aproximou, interviu com spray de pimenta, e imobilizou um dos envolvidos. Alunos que estavam perto reclamavam do efeito do produto.

Em nota, a PM confirmou a confusão e disse que o spray foi usado “como medida proporcional, moderada e seletiva a fim de cessar as recíprocas agressões”. A unidade tem gestão compartilhada com a corporação e é a mesma onde, no início do mês, um militar ameaçou “arrebentar” um aluno de 14 anos.

Confusão

 

PM imobiliza aluno em escola com gestão compartilhada no DF — Foto: Reprodução

Segundo a Polícia Militar, na saída das aulas, “diversos alunos e pessoas estranhas à escola entraram em vias de fato de forma violenta”. A corporação afirma que um dos policiais foi informado por alguns adolescentes que havia pessoas portando facas no local.

“Foi dada ordem verbal para que cessassem a briga, porém sem sucesso. Para a situação não evoluir para algo pior, foi utilizado o spray de pimenta como medida proporcional, moderada e seletiva a fim de cessar as recíprocas agressões. Portanto, graças à atuação do policial, algo pior não aconteceu”, diz a PM.

A corporação afirma ainda que, após a chegada dos responsáveis pelos alunos envolvidos, todos foram conduzidos à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA).

Tensão no CED 1

 

PMs ameaçam estudante no CED 1 da Estrutural, no DF

PMs ameaçam estudante no CED 1 da Estrutural, no DF

A polêmica sobre a gestão compartilhada de escolas com militares voltou à tona no CED 01 da Estrutural depois que um PM foi filmado ameaçando “arrebentar” um estudante de 14 anos (assista acima).

O caso ocorreu no início do mês, durante uma manifestação contra a exoneração da vice-diretora Luciana Pain, que era crítica à atuação dos militares. Nas imagens, é possível ver que três policiais levaram um aluno para dentro de uma sala de aula vazia, onde um deles abordou o jovem de 14 anos.

“Bota a mão pra trás, você. Tô falando sério. Tu não é machão? Lá em cima tu não é machão? No meio dos outros tu não é machão?”, disse o militar.

 

O estudante questionou se ia apanhar dentro da escola, e o PM respondeu: “Se precisar. Você quer ver? Vem me ameaçar… Eu te arrebento”.

Segundo um aluno do CED 1 da Estrutural, os alunos são tratados como criminosos dentro da escola. “Aqui parece que nós é (sic) um bando de bandido, não é aluno não. Eles trata nós (sic) não é como aluno não, é como bandido”, diz.

Facas que, segundo a PM, foram apreendidas em escola na Estrutural, no DF — Foto: PMDF/Reprodução

Facas que, segundo a PM, foram apreendidas em escola na Estrutural, no DF — Foto: PMDF/Reprodução

Já a PM diz que encontrou mensagens entre alunos dizendo que levariam gasolina e isqueiro, e que depredariam a escola na manifestação. Também divulgou imagens de sete facas apreendidas na unidade de ensino ao longo do ano letivo.

Ainda segundo a corporação, o PM envolvido na situação foi afastado. “A Polícia Militar é extremamente rigorosa em suas apurações e essa será mais uma que seremos extremamente rigorosos”, apontou o porta-voz da corporação, capitão Raphael Broocke.