GCM esmaga pescoço de usuário de crack em SP. Créditos: Instagram/Reprodução

Homem é abordado com violência por guardas-civis e tem pescoço esmagado por joelho de agente. Saco com drogas aparece na mão de servidor que chega depois da abordagem e é apresentado como sendo do detido

 

Uma abordagem violenta realizada na tarde desta segunda-feira (30) por homens da Guarda Civil Metropolitana (GCM) de São Paulo contra um usuário de crack, no bairro de Santa Cecília, na capital paulista, foi filmada por pessoas que passavam pelo local e divulgada nas redes sociais. Nela, um dos agentes esmaga o pescoço do cidadão em situação de rua com o joelho, um golpe idêntico ao realizado pelo policial norte-americano Dereck Chauvin, de Minneapolis, que matou o desempregado negro George Floyd, em maio de 2020, gerando comoção mundial.

Nas imagens da ação da GCM, o sem-teto já aparece nos primeiros segundos deitado no chão e parece não exercer resistência, enquanto um dos guardas o mantém imobilizado com o joelho em seu tronco, lateralmente. O homem não quer ser algemado e isso desperta a fúria dos envolvidos na abordagem. O mesmo guarda que o imobilizava, com a chegada de uma viatura com mais três agentes, muda de posição e então passa a esmagar o pescoço do averiguado.

A gravação também revela um comportamento bastante estranho por parte de um dos GCM’s que chega posteriormente com o veículo oficial. Ele entra na cena da abordagem muito tempo depois do início da imobilização, mas está com saco plástico branco nas mãos. Ele até passa o invólucro para um colega, que o abre e mostra o conteúdo, presumivelmente entorpecente, como quem atribui sua posse ao usuário que está sendo detido pelos parceiros, ainda que o material tenha aparecido no local da ação bem depois das primeiras imagens do sem-teto. Internautas passaram a afirmar que se trataria de um flagrante forjado.

O padre Julio Lancellotti, da Paróquia São Miguel Arcanjo e liderança da Pastoral do Povo da Rua, em seu perfil oficial no Instagram, disponibilizou as imagens e questionou na legenda: “Mais um caso isolado! Hoje à tarde em Santa Cecília, SP. A técnica de imobilização está correta? Vejam o vídeo com atenção!”

Veja o vídeo: