.

Programa de transferência de renda do governo Bolsonaro continua bem longe daquilo que foi registrado durante auxílio emergencial

Jornal GGN – A transição do Bolsa Família para o Auxílio Brasil deixou uma lacuna considerável: até o momento, cerca de 27 milhões de pessoas em mais de mil municípios do Brasil ficaram de fora do novo programa do governo federal.

Segundo reportagem do jornal Folha de São Paulo, o impacto mais expressivo foi visto entre as cidades que foram favorecidas pelo auxílio emergencial, mesmo com a cobertura menor do Auxílio Brasil.

Em 1.036 municípios do país, 75% ou mais da população que obteve algum tipo de ajuda do governo federal durante o ano de 2021 ficou sem atendimento social.

Apenas nesses municípios, 9,1 milhões de pessoas receberam as parcelas do auxílio emergencial ou o Bolsa Família até o mês de outubro. Porém, desse total, apenas 1,8 milhão de pessoas conseguiram acesso ao Auxílio Brasil.

O total de famílias atendidas pelo Auxílio Brasil chegou a 17,6 milhões, que recebem um valor médio de R$ 409.

Entretanto, a cobertura do programa social do governo Bolsonaro está bem abaixo dos 44,6 milhões de famílias que receberam o Bolsa Família ou o auxílio emergencial em boa parte do ano passado.