Partidos da base se rebelam contra Flávia Arruda e pedem sua demissão

Ele prometeu e não cumpriu compromissos nos últimos meses, segundo duas lideranças que integram o grupo

 O ano terminou em clima de insatisfação no grupo de WhatsApp dos líderes partidários da Câmara dos Deputados, e o motivo das queixas é a ministra Flávia Arruda, da Secretaria de Governo. A informação é da jornalista Malu Gaspar, em sua coluna no jornal O Globo.

Embora integrante do PL e ex-presidente da Comissão Mista de Orçamento, Arruda prometeu e não cumpriu compromissos nos últimos meses, segundo duas lideranças que integram o grupo. Para piorar, na última semana não atendeu o celular.

Isso irritou deputados como Hugo Motta, líder do Republicanos, partido que faz parte da base do governo Jair Bolsonaro. Em mensagem postada no grupo na semana passada, ele avisou aos colegas que, a partir de agora, defenderá a demissão da ministra e que o governo que não conte com ele, nem com seu partido. Motta foi o relator da PEC dos Precatórios na Câmara, que passou com uma vantagem de apenas quatro votos além do mínimo necessário no primeiro turno da votação.