“Não podemos julgar as forças armadas pelas pessoas que estão no governo”, defendeu Lula em coletiva de imprensa

247 –  Em coletiva de imprensa à mídia independente concedida nesta terça-feira (19), em São Paulo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi questionado sobre a postura das Forças Armadas e considera que os militares que hoje ocupam cargos no governo de Jair Bolsonaro não representam de fato a instituição.

“Não podemos julgar as forças armadas pelas pessoas que estão no governo”, defendeu Lula, citando o exemplo de Eduardo Pazuello: “Ele nunca poderia ser ministro com aquela grosseria”.

Lula ainda destacou que o seu governo “recuperação das Forças Armadas brasileiras, dando dignidade para cumprir a Constituição”.

“Tenho a certeza que dentro das Forças Armadas tem gente preocupada com o Brasil, com a nossa soberania, independência e com o nosso desenvolvimento”, acrescentou.