O deputado Leandro Grass (PV) apresentou requerimento, na Câmara Legislativa, para que o Governo do Distrito Federal responda sobre a falta de passe livre estudantil para estudantes do Qualifica DF. No documento, o distrital também faz questionamentos sobre as denúncias de falta de estrutura do programa.

Em notícias veiculadas nesta semana, estudantes matriculados no Qualifica DF denunciaram que, apesar de o curso ter começado há um mês, ainda não conseguiram a aprovação de cadastro para receberem o Passe Livre Estudantil. “Muitos deles estão fazendo essas aulas justamente porque estão desempregados, não têm renda para pagar passagem. É um benefício que não pode faltar”, disse o deputado.

Diante do problema, Leandro Grass protocolou um requerimento para que sejam solicitadas à Secretaria de Transporte e Mobilidade informações sobre os motivos pelos quais o Passe-Livre Estudantil ainda não foi liberado e se haverá o ressarcimento dos valores pagos pelos estudantes. O documento ainda precisa ser aprovado no plenário da CLDF.

Outra reclamação apontada pelos alunos é sobre falhas na estrutura do curso. Alguns registraram em fotos a ausência de lousa para as aulas, obrigando os professores a improvisarem anotações na parede. O órgão alegou à imprensa que essa responsabilidade é da empresa contratada.

Visando solucionar o problema, o parlamentar também apresentou uma indicação sugerindo que a Secretaria de Trabalho forneça lousas adequadas para as salas de aula. “Quando o governo cria um programa, é preciso dar condições para que ele funcione corretamente e que o público seja atendido de fato, para não ser só mais um anúncio publicitário sem fundamento”, criticou Leandro.