“Precisamos do SUS na sua essência, então vamos trabalhar incansavelmente para implementar a atenção primária em todo o DF. Ela pode resolver mais de 70% dos problemas de saúde da população”

Em coletiva de imprensa da Federação Brasil da Esperança (PT-PV-PCdoB), nesta terça-feira (21), o deputado distrital e pré-candidato ao governo do Distrito Federal, Leandro Grass (PV), anunciou alguns pontos de seu programa de governo.

Um dos destaques é a proposta de ampliar a atenção básica de saúde para 100% de cobertura. “Esse projeto acima de tudo coloca no centro o cuidado com as pessoas.”

De acordo com Leandro Grass, o “descuido com a atenção básica repercutiu no sucateamento e loteamento dos hospitais”. “Precisamos do SUS na sua essência, então vamos trabalhar incansavelmente para implementar a atenção primária em todo o DF. Ela pode resolver mais de 70% dos problemas de saúde da população”, argumentou.

Renda Mínima Cidadã

Outra proposta destacada por Leandro Grass diz respeito à assistência social. “Estamos propondo o reestabelecimento de uma renda mínima cidadã atrelada ao benefício nacional no CAD Único”, afirmou. “Hoje, 10% da população do DF não come porque não tem dinheiro e a responsabilidade disso é do governo Ibaneis e do governo Bolsonaro”.

Programa colaborativo

A versão final do plano de governo será feita com a participação popular, por meio de contribuições incluídas na plataforma digital disponível em www.leandrograss.com.br/planodegoverno .

Além disso, técnicos e colaboradores de diversos setores da sociedade seguirão debatendo soluções para a cidade, em constante diálogo com os pré-candidatos e os dirigentes dos partidos. “Trata-se de um grande projeto para recuperar o Brasil e o Distrito Federal. Estamos em um contraste entre a barbárie e um caminho de cuidado com as pessoas, principalmente com os mais pobres. Por isso, seremos referência em educação, saúde, economia, transporte e sustentabilidade”, completou.

União pela esperança

Durante a coletiva de imprensa, os presidentes regionais dos partidos da federação, Jacy Afonso (PT), Eduardo Brandão (PV) e João Vicente Goulart (PCdoB), reafirmaram o objetivo de, juntos, garantir um governo democrático e popular por meio da pré-candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República e, no Distrito Federal, com Leandro Grass e Rosilene Corrêa, pré-candidata ao Senado. “Desde sempre o brasiliense votou nos mesmos nomes, ideias e práticas, mas hoje reafirmamos a importância dessa união, trazendo a novidade com duas pessoas com histórias e experiências acumuladas”, ressaltou Eduardo Brandão.

Rosilene Corrêa pontuou o desafio de enfrentar candidaturas historicamente ligadas ao conservadorismo no DF. “Não basta criticar e não se colocar à disposição para fazer uma verdadeira transformação, precisamos ocupar as cadeiras do parlamento”, comentou. “No DF, por onde você olha tem uma obra, mas também tem alguém passando fome. Não dá mais para continuar assim, precisamos de mandatos que garantam uma democracia participativa alinhada com o projeto do Lula.”