Fórum de Direitos Humanos reúne representantes de 70 países em Pequim

jul 27, 2022

O tema principal foi Igualdade, Justiça e Inclusão

Rádio Internacional da China – O Fórum de Direitos Humanos de Pequim 2022 foi realizado nesta terça-feira (26). O evento foi co-organizado pela Sociedade Chinesa de Estudos de Direitos Humanos e a Fundação para o Desenvolvimento dos Direitos Humanos da China. O tema principal deste ano foi Igualdade, Justiça e Inclusão. Cerca de 200 representantes de 70 países, altos funcionários governamentais e acadêmicos diplomáticos participaram do fórum de forma presencial e por videoconferência.

No evento, o presidente da Sociedade Chinesa de Estudos de Direitos Humanos , Padma Choling, disse que o Comitê Central do Partido Comunista chinês, com a liderança do camarada Xi Jinping, considera a proteção dos direitos humanos uma tarefa importante na governança do Estado, que vem garantindo aos 1,4 bilhão de cidadãos chineses uma condição de vida mais satisfatória, segura e sustentável.

O secretário-geral da Fundação para o Desenvolvimento dos Direitos Humanos da China, Huang Mengfu, destacou que o tema principal do fórum combinou com o desejo comum da humanidade de fortalecer e melhorar a governança global dos direitos humanos, que deve estar alinhada com os interesses comuns dos países.

O presidente da Câmara dos Deputados da Libéria, Bhofal Chambers, elogiou os esforços do Partido Comunista e do governo chinês para resolver as questões globais de direitos humanos na área de proteção dos direitos das mulheres e crianças em outros países e operações de manutenção da paz.

O ex-presidente da Eslovênia, Danilo Turk, disse que a cooperação deve preceder a competição e o confronto, que não é apenas uma exigência da política e do desenvolvimento, mas também uma necessidade do desenvolvimento dos direitos humanos. As duas iniciativas do presidente Xi Jinping sobre o desenvolvimento e a segurança globais são inteligentes e surgem no momento certo.