STF e as Forças Armadas (Foto: Abr)

O colunista da Folha adverte para as consequências negativas da conduta política atual do Exército

O colunista da Folha de S.Paulo Celso Rocha de Barros considera que a posição dos militares  nos episódios em torno do deputado bolsonarista Daniel Silveira demonstram que as Forças Armadas garantiram que, daqui em diante, presidentes possam soltar deputados condenados pela Justiça.

“É uma vergonha que as Forças Armadas aceitem ser a arma que Bolsonaro aponta para o Brasil para cometer seus crimes”, escreve.

“Os militares brasileiros aceitam ser a arma do latrocínio que Bolsonaro comete diariamente contra o Brasil? Aceitam ser fiadores do orçamento secreto? Esse é o papel que Bolsonaro lhes deu. Se continuar bolsonarista, o Exército logo se chamará Exércentrão.”