Leandro Grass (à esquerda) e Fábio Felix destacaram, respectivamente, o uso medicinal e recreativo

“O uso medicinal da Cannabis está comprovado cientificamente serve para tratar várias doenças. As pessoas que precisam de acesso a esses medicamentos não podem ser prejudicadas” – Leandro Grass

A Marcha da Maconha, realizada na quarta-feira (08) na Esplanada dos Ministérios com o tema “Planta Livre, Maconha no SUS: pela democratização do acesso legal e seguro”, foi defendida naquela data no plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal.

Fábio Félix (PSOL) saiu em defesa da manifestação, dizendo que o debate sobre a questão é fundamental. “Essa marcha é importantíssima porque traz uma reflexão sobre uma substância que é criminalizada. O uso recreativo é liberdade individual. Vários países já regulamentaram e não houve aumento no uso de outras drogas por causa disso”, afirmou Félix.

O deputado Leandro Grass (PV) concordou com o colega. “O uso medicinal da Cannabis está comprovado cientificamente serve para tratar várias doenças. As pessoas que precisam de acesso a esses medicamentos não podem ser prejudicadas”, defendeu Grass.

Eder Wen – Agência CLDF

*Com adaptações