Inscrições vão de 3 a 25 de março. Oito finalistas receberão prêmios que valem até R$ 8,5 mil

Os mais de 650 merendeiros e merendeiras da rede pública de ensino do Distrito Federal poderão mostrar a sua criatividade na primeira edição do concurso Sabor de Escola: Melhor Receita da Alimentação Escolar do DF.

A iniciativa da Secretaria de Educação tem por objetivo valorizar o papel desses profissionais na promoção da alimentação saudável e adequada no ambiente escolar, por meio das preparações oferecidas nos cardápios. As inscrições vão de 3 a 25 de março, por meio de formulário online. Serão selecionados oito vencedores. Inscreva-se aqui.

Veja o edital com o regulamento completo.

Prêmios

A premiação não será em dinheiro. A escolha dos prêmios será feita oportunamente, pela Secretaria de Educação e a Empresa G&E, parceira do concurso, com base nos seguintes valores:

– 1º lugar: prêmio de valor aproximado de R$ 8.500.

– 2° lugar: prêmio de valor aproximado de R$ 5.000.

– 3° lugar: prêmio de valor aproximado de R$ 4.000.

– 4º ao 8º lugares: prêmio de valor aproximado de R$ 2.500 para cada um

Critérios

→ Serão levados em conta aspectos como criatividade, possibilidade de replicar a receita em qualquer escola; priorização de itens in natura em vez dos processados.

→ As receitas deverão conter, obrigatoriamente, os ingredientes e produtos exclusivamente presentes no Programa de Alimentação Escolar do DF (PAE-DF).

→ Será proibida a utilização de ingredientes recebidos por doação ou adquiridos particularmente pelos participantes ou pela equipe gestora da unidade escolar.

→ Cada escola só pode ter um representante concorrendo. Se houver mais de um colaborador(a) interessado(a) em participar, a equipe gestora ficará responsável em escolher quem será o representante.

→ Cada participante deverá inscrever apenas uma receita.

Seleção

A escolha das melhores receitas ocorrerá por meio de três etapas – Regional, Lote (por grupos de regionais) e Final -, que terão início em 4 de abril.

 

Cada uma terá sua própria comissão julgadora, com representantes de diversas instâncias da Secretaria de Educação. Ao término de todas as etapas, serão escolhidos oito finalistas que vão disputar do primeiro ao oitavo lugar, no dia 28 de outubro.

Para a diretora de alimentação escolar, Fernanda Mateus Costa Melo, a realização deste projeto é uma forma de agradecimento aos profissionais. “Um dos agentes principais da alimentação escolar é o merendeiro. Não adiantaria termos todo o trabalho para adquirir os alimentos se não estivessem eles nas instituições, cuidando e preparando uma refeição saudável e de qualidade para nossos estudantes.”

*Com informações da Secretaria de Educação

Agência Brasília* I Edição: Débora Cronemberger