Zona experimental de controle de desertificação em estação de observação em Yanchi, Região Autônoma da Etnia Hui de Ningxia, noroeste da China. (Arquivo/Xinhua/Yang Zhisen)

Xinhua- A China restaurou mais da metade de suas terras desertificadas gerenciáveis na última década, dando grandes passos no combate à desertificação, de acordo com a autoridade florestal do país.

No total, 18,8 milhões de hectares de terras desertificadas foram aproveitados e 1,77 milhão de hectares foram isolados para proteção na última década, segundo a Administração Nacional de Florestas e Pastagens.

A área de terras desertificadas no país diminuiu 4,33 milhões de hectares desde 2012, com uma melhora significativa do ambiente ecológico em áreas de areia, revelou a administração.

A China estabeleceu 41 zonas nacionais abrangentes de demonstração para controle da desertificação e 128 parques nacionais do deserto nos últimos 10 anos.

“O clima arenoso e empoeirado no país diminuiu significativamente nos últimos cinco anos, uma queda de 31% em comparação com o período do 11º Plano Quinquenal (2006-2010)”, acrescentou o órgão.

Além de combater a desertificação, o país também fez pleno uso dos ricos recursos de calor e terra da área de areia para desenvolver a agricultura, turismo e outras indústrias relacionadas para aumentar a renda da população local.