Aras arquivou 104 pedidos de notícia-crime vindos do STF contra Bolsonaro

jul 31, 2022
Imagem: Aroeira

Levantamento do UOL indica que a PGR (Procuradoria-Geral da República) sob comando de Augusto Aras tem engavetado pedidos de investigação.

Levantamento do UOL aponta que a PGR (Procuradoria-Geral da República) arquivou 104 pedidos de investigação vindos do STF (Supremo Tribunal Federal) contra Jair Bolsonaro (PL) na gestão de Augusto Aras.

O procurador assumiu o cargo em setembro de 2019, data considerada para o levantamento.

Desde então, a reportagem indica que chegou ao STF 131 notícias-crime, que são pedidos de investigação, e 20 interpelações judiciais. Do total de notícia-crime, parte o próprio STF descartou. Outras dez aguardam repercussão na PGR. O restante o procurador Augusto Aras arquivou, computando os 104 pedidos “engavetados”.

Até agora a PGR não apresentou nenhuma denúncia contra Bolsonaro.

Algum dos casos engavetados por Aras foram: a prevaricação na compra da vacina Covaxin; falas golpistas sobre o 7 de setembro; falas golpistas sobre as eleições e as urnas; além das aglomerações realizadas por Bolsonaro em meio ao avanço da pandemia de covid-19.

Em resposta à reportagem, a PGR indicou que todas as decisões são motivadas e justificadas e que não é possível fazer uma análise geral sobre todos os pedidos de investigação.

Com informações da reportagem de Rafael Neves do UOL