Com custo estimado em R$ 44 milhões, obras compreendem a recuperação estrutural da via; início dos trabalhos está previsto para janeiro

ADRIANA IZEL, DA AGÊNCIA BRASÍLIA* | EDIÇÃO: CHICO NETO

Pela primeira vez, a Ponte JK, que liga o Lago Sul à área central de Brasília, passará por uma grande reforma desde sua inauguração, em 2002. O monumento contará com reparos estruturais e outros serviços completos, com uma obra estimada em R$ 44.232.748,77. A previsão é que os trabalhos sejam iniciados ainda em janeiro.

1,2 mil mExtensão da Ponte JK, que tem 24 m de largura e três arcos de 240 m cada

“Desde sua criação, a Ponte JK, que é o cartão-postal da nossa capital, não recebe reformas”, lembra o presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), Fernando Leite. “A Novacap foi a construtora desse monumento, que tem uma história de grande expressão para nossa cidade.”

A companhia abriu licitação para contratar a empresa de engenharia responsável pela elaboração dos projetos e dos serviços de recuperação e reforço estrutural. A empresa arrematadora foi anunciada no dia 21 deste mês.

O menor valor foi apresentado pela Concrepoxi Engenharia Ltda. A empreiteira tem prazo para demonstrar a documentação necessária. Se tudo estiver em conformidade, o processo licitatório continua. Após o cumprimento das etapas do certame, a empresa contratada terá 600 dias corridos para concluir a reforma.

Serviços

Serão executados o reforço e a recuperação estrutural de todos os pilares e blocos de fundação, recapacitação do sistema de aparelhos de apoio, reabilitação das juntas de dilatação e do sistema de sustentação do tabuleiro e troca dos cabos de aço. Além dos reparos estruturais, a ponte receberá nova pintura, pavimentação asfáltica, recuperação da ciclovia e novo sistema de fechamento do guarda-corpo.

Em 24 de dezembro, a Novacap publicou o aviso de complemento da licitação das obras. Com o valor de R$ 7.857.700,52, a oferta prevê a contratação de uma empresa especializada para execução dos serviços de Acompanhamento Técnico e de Certificação da Obra (ATO) de recuperação estrutural e reforma da Ponte JK. A licitação ocorrerá em 20 de janeiro.

Ao longo deste ano, a Novacap atuou em serviços de manutenção para reparar as juntas de dilatação da ponte, e a CEB Iluminação Pública e Serviços (CEB Ipes) executou trabalhos para repor cabos e substituir projetores vandalizados da iluminação pública da Ponte JK.

Inaugurada em dezembro de 2002, a ponte tem cerca de 1,2 mil m de extensão por 24 m de largura. Possui três pistas em cada sentido, dois passeios para pedestres e três arcos de 240 m. Também é conhecida popularmente como Terceira Ponte.

*Com informações da Novacap